Blog

Covid 19 e Fluxo de Caixa: oportunidades e desafios

Hoje vamos falar sobre um problema real e complexo, mas que deve ser discutido. Estamos falando do caixa das empresas, esse fator que vem gerando tanta discussão e que ganhou relevância durante a pandemia

Covid 19 e Fluxo de Caixa: oportunidades e desafios

Contexto:

Períodos de crise sempre deixam profundas mudanças. Com todas as medidas tomadas por nós no combate à Covid-19, é de se esperar que todas as empresas e empreendedores tenham novas experiências e ensinamentos neste difícil momento. Afinal, a estratégia de isolamento social já afetou o ambiente - repovoando rios e deixando o ar mais puro - e também a forma como consumimos e navegamos na internet. Não seria diferente com as empresas, não é mesmo?

No âmbito das MPE’s – Micro e Pequenas Empresas, o cenário é bastante alarmante. Sobre o aspecto financeiro dessas empresas, o que percebemos até o momento foi um grande destaque a um dos pilares da gestão empresarial, mas usualmente negligenciado: a gestão de caixaHistoricamente, falhas na gestão de caixa já são um dos principais motivos para o encerramento das atividades das empresas no Brasil, mas devido à sua importância no dia a dia empresarial é esperado que em tempos de crise ela se torne ainda mais relevante.

E tudo isso por um motivo bem simples. Quando somos pegos de surpresa, como ocorreu ao início da pandemia, só teremos previsões de recebimentos e pagamentos se realizarmos uma gestão de caixa eficiente. Além disso, iniciativas internas à empresa, como a suspensão de investimentos para manutenção de outras operações imprescindíveis, por exemplo, também só serão possíveis caso tenhamos em mãos os dados reais e atualizados do caixa da empresa. Casos extremos, como a possibilidade de demissão e até mesmo a falência da empresa são, em última instância, problemas que podem ser visualizados através da gestão de caixa interno.

 

A ferramenta:

Para uma gestão de caixa eficiente, o acompanhamento do fluxo de caixa empresarial é o ponto de partida. Nesse momento de crise, ele seria o responsável por responder a perguntas como: “vou ter dinheiro para aguentar todo esse tempo?”, ou “só tenho caixa até semana que vem. O que fazer?”

O fluxo de caixa nada mais é do que um relatório usado pelos gestores financeiros para entender o comportamento do saldo do seu caixa após todas as entradas e saídas, podendo ser visualizado por dia, semana, mês, etc. Com todas essas informações organizadas, fica mais fácil responder às perguntas acima, e claro, te ajudando a tomar as melhores decisões.

 

Exemplo de fluxo de caixa durante a pandemia de COVID-19

 

Na Bevert, usamos muito essa ferramenta tanto internamente quanto em conjunto com nossos clientes. A análise do fluxo de caixa irá demonstrar qual a situação atual, além de quais saídas podemos buscar para reverter uma situação incômoda. 

Por exemplo, assim que a Covid-19 chegou ao Brasil, realizamos uma análise de todos os clientes observando o faturamento, gastos, lucratividade e fluxo de caixa dos próximos 5 meses. Isso nos permitiu criar um plano de contingência específico para cada um deles em caso de necessidade, além de priorizar quais gastos deveriam ser revistos caso o plano fosse necessário! É muito planejamento!

 

Ação:

Conforme dissemos, a análise do fluxo de caixa permite, por exemplo, explorar alternativas para reduzir ou mitigar possíveis momentos de turbulência. Ao realizar a análise do fluxo de caixa, caso você se depare com posições de caixa inadequadas, as ações abaixo podem ajudar a sua empresa a continuar no caminho certo e superar esse momento de crise:

- Antecipação de recebíveis: buscar junto a operadora de cartão de crédito, ou renegociar diretamente com o cliente, algum contrato com vencimento futuro em troca de um desconto

- Renegociação de despesas: além de todas as ações que o governo e algumas entidades bancárias estão tomando (adiamento de impostos, financiamentos, etc.), você pode tentar negociar diretamente com o fornecedor, pedindo algum desconto nos próximos meses que poderá ser devolvido nos períodos posteriores à crise

- Tomada de recursos de terceiros: mesmo com as ações anteriores, pode ser que você precise de algum recurso extra. Nesse caso, o governo tem disponibilizado algumas linhas de crédito para pagamento de funcionários, além de aumentar o dinheiro disponível para os bancos emprestarem. Além disso, as próprias instituições bancárias estão aumentando o limite de linhas de crédito como cheque especial e capital de giro. Mas muita atenção com esses dois! Eles podem ter alta carga de juros e encargos financeiros.

 

Conclusão:

A análise do fluxo de caixa é o primeiro passo para uma gestão financeira eficiente. Através dela você poderá não somente ter conhecimento e controle sobre a saúde financeira do seu negócio, mas também projetar situações e se planejar melhor! É uma excelente ferramenta de análise para momentos como esse e que poderão mudar o jogo a seu favor.

Entretanto, lembre-se, independente da solução que você encontrar, tenha em mente que é fundamental simular qual o impacto que ela terá no seu caixa futuro. Muitas das saídas encontradas terão algum tipo de custo (juros, desconto de antecipação, etc.) e pode ser que você não tenha real necessidade desse tipo de ajuda! Caso tenha alguma dúvida ou insegurança, tenha em mente que um assessor financeiro poderá te ajudar.

22 de Abril de 2020

Compartilhar

Conversar via Whatsapp